terça-feira, 21 de julho de 2009

Opinião


Até onde vai o homem?

De 20 de julho de 1969 até hoje, passaram 40 anos desde que Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins desceram da Apollo 11 e pisaram no queijo, aliás na lua. É estranho e até meio difícil de acreditar que um dia, esses americanos, com a tecnologia inferior à de um celular contemporâneo conseguiram chegar até lá.
Sabe-se que os Estados Unidos chegaram antes à lua, mais por interesses pessoais e bélicos do que científicos. Não queriam ficar atrás dos russos, que foram os primeiros a colocar um ser vivo em órbita (lembra da cadela Laika?) e a fazer uma missão tripulada no espaço. Há aqueles teóricos da conspiração que, ainda hoje, duvidam do fato. No entanto, nem os soviéticos que eram os mais interessados no assunto conseguiram desacreditá-lo.
Realmente, foi um pequeno passo para um homem...
E então eu fico pensando. Há quarenta anos o homem chegou à lua e até agora ainda não conseguiu chegar ao Senado. Não conseguiu chegar ao Supremo. Ou, mais fácil ainda, não conseguiu chegar à praça José Bonifácio e coerentemente sentar-se para apenas admirar a bela Catedral. Não conseguiu.
Mesmo que eu não tenha assistido a chegada dos americanos à lua, ainda espero para ver o dia em que o grande passo da humanidade será dado.

Foto: Pegada - Buzz Aldrin/ Johnson Space Center, NASA

Um comentário:

[dii] disse...

Maravilha de texto, meu companheiro. Enriqueceu nosso satolep. E o homem.. o homem por tantos momentos não tem saido do lugar.. mas ainda há aqueles que querem ir para lugares altos.. não tão altos como a lua, mas altos para dentro de si mesmo. :)